Nosso templo

A concepção arquitetônica dos templos bizantinos e nosso padrão de culto se empenham em criar uma atmosfera de adoração, elevando a mente e a alma do fiel em adoração para o Reino de Deus por meio de todos os seus sentidos sensoriais. O padrão de culto bizantino é apostólico na origem e claramente se desenvolveu a partir do culto do Templo e da sinagoga judaicos revelado pelo próprio Deus nas Escrituras como um “exemplo e sombra das coisas celestiais” (Hebreus 8,5), ou seja, o culto de oração que continua no céu “sem cessar” (1 Tessalonicenses 5,17). A abside ou “útero” nos recorda a Encarnação do Deus-Homem, através de Maria, a qual vemos nos convidando para seu [Leia mais...]

Links importantes que falam de “Panagia Tsambika”

http://sp.viajantebrasileiro.com.br/estabelecimento/igreja-dos-gregos/ http://www.folhadaregiao.com.br/Materia.php?id=301343 http://www.lins.sp.gov.br/portal/noticias/0/9/968/Atrativos-Tur%C3%ADsticos http://correiodelins.com.br/destaques-chamada/artigo/igreja-dos-gregos-hora-de-restauracao/ http://www.maislins.com.br/materias.php?idM=988

O Templo

Construído, apenas e tão somente, por uma atitude de fé do Comendador Stéfanos Vassiliadis, sem a participação de quaisquer membros da comunidade helênica, tendo sido motivado por um sonho que teve com Panaghya Tsambika. Sua lavoura de arroz estava submersa, pois havia chovido muito e a colheita ficaria praticamente toda comprometida. Numa noite, sonhou com a Mãe de Deus que lhe pedia para prometer que se sua lavoura fosse salva, com parte do dinheiro, ele construiria uma igreja em sua honra. Quando acordou, pensou como poderia ter tido aquele sonho já que não havia a menor possibilidade de salvar aquela plantação. Mas, assim mesmo, prometeu. Depois de dois ou três dias, do lodo podre, [Leia mais...]